fbpx

Nova alta para gasolina e diesel reduzem, mas não eliminam defasagem, diz Abicom

Os novos aumentos dos combustíveis anunciados nesta segunda-feira (8), pela Petrobras, de 9,2% para a gasolina e de 5,5% para o diesel, que irão vigorar a partir da terça-feira, 9, nas refinarias, reduzem mas ainda não equiparam os preços da estatal ao Preço de Paridade de Importação (PPI), informou o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo.

“Com os aumentos anunciados hoje, as defasagens médias em relação aos preços de paridade para importações cairão para R$0,05/l para gasolina e R$0,10/l para o diesel”, informou Araújo.

Com isso, um novo aumento pode ser feito se o petróleo continuar em alta. Nesta segunda-feira, a commodity opera com cotação para maio próxima dos US$ 70 o barril.

O diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir da terça nas refinarias da Petrobras. Os novos preços a serem praticados pela estatal serão de R$ 2,86 por litro para o diesel, mais 5,5% em relação ao último aumento, em 2 de março, e de R$ 2,84 por litro para a gasolina, 9,2% acima do último aumento na mesma data.

Com informações Estadão Conteúdo.
Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: