fbpx

Dona do PK XD chega a 50 milhões de usuários e ganha operação independente

Empresa se separa da Playkids e passa a ser investida do Grupo Movile

Lançada em dezembro de 2020, a Afterverse tem conquistado uma fatia cada vez maior do mercado de games. Em quatro meses, a empresa – que possui os títulos PK XD e Crafty Lands – atingiu a marca de 50 milhões de jogadores por mês e se consolidou como um dos principais players do mercado. Após quatro meses do lançamento da marca, a Afterverse anuncia a separação da Playkids e passa a ter operação independente, sendo uma empresa investida do Grupo Movile, que também controla o iFood.

Esse crescimento foi impulsionado pelo jogo PK XD, que havia sido criado pela equipe de inovação da Playkids e passou a ser o principal produto da Afterverse. Em um ano, o game contou com a entrada de cerca de 10 milhões de usuários, o que o fez ultrapassar a marca de 45 milhões de jogadores ativos. O jogo em formato sandbox – em que os usuários controlam um avatar em um mundo imaginário e podem interagir com pessoas do mundo inteiro – conquistou fãs em diversos países e está entre os mais populares do Planeta.

Disponível em 11 idiomas, o jogo tem entre os seus principais mercados a América Latina, o Oriente Médio e o leste europeu, mas tem se expandido tanto geograficamente quanto na faixa etária do público.

“Nosso objetivo com o PK XD é entrar no seleto grupo de jogos que possuem mais de 100 milhões de usuários mensalmente. Atualmente são poucos os que conseguem atingir esse patamar, mas se conseguirmos manter o ritmo de crescimento que temos apresentado, acredito que o PK XD pode se tornar o primeiro jogo nacional a se inserir nesse grupo”, comenta o fundador da Afterverse, Breno Masi.

Empresa anuncia mudanças

O rápido crescimento da Afterverse, aliado ao objetivo de atender um público de faixa etária cada vez mais ampla, motivou o anúncio de mudanças nas operações a partir deste mês. Criada dentro da empresa Playkids, a Afterverse passa a ser uma operação separada e, agora, faz parte do ecossistema de investidas do Grupo Movile.

“Desde que idealizamos a Afterverse como uma nova marca, já vínhamos planejando essas mudanças e o crescimento fez com que o processo acontecesse de forma bastante natural. O posicionamento de marca e o público-alvo da empresa são únicos e essa estrutura passou a fazer muito mais sentido dentro do ecossistema de inovação da Movile”, destacou Breno Masi, que deixa suas funções em Playkids e assume como CEO da Afterverse.

A novidade também está alinhada com a estratégia do Grupo Movile, que tem o mercado de games como uma das suas prioridades para expansão. “A Movile tem histórico no mercado de entretenimento e, há algum tempo, estávamos olhando para o segmento de games no Brasil, que já estava em desenvolvimento e cresceu consideravelmente durante a pandemia. Acompanhamos a evolução da Afterverse dentro da Playkids desde o fim do ano passado e acreditamos que este seja o parceiro ideal para entrarmos no segmento. Vimos a empresa nascendo de forma orgânica, dentro do grupo, e seus resultados mostram que, além do crescimento, a Movile continua mantendo seu DNA ousado e empreendedor”, destaca Patrick Hruby, CEO do Grupo Movile.

Segundo pesquisa apresentada pela Nielsen, o mercado de games teve uma receita de US$ 126,6 bilhões em 2020. Os jogos para celular são o principal gerador de receita, sendo responsáveis por 58% do faturamento anual do setor. Dentre os jogos de celular, os que mais faturam são os jogos gratuitos, que contribuem com 78% da receita do segmento mobile.

Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: