fbpx

Magalu anuncia compra de mais um aplicativo de delivery de alimentos

Plus Delivery vai integrar a AiQFome, que já está presente em 580 cidades

O Magalu anuncia mais uma aquisição para fortalecer sua operação de food delivery. A Plus Delivery, plataforma especializada no delivery de diversos tipos de comida, passa a fazer parte da operação do Magalu. Ela integrará a AiQFome, que já está presente em 580 cidades, sobretudo pequenas e médias, com uma operação que atingiu mais de 2,7 milhões de pedidos no último mês, preparados por cerca de 28 mil restaurantes parceiros.

Presente em mais de 30 cidades, a Plus Delivery é uma das líderes de entregas de comida no Estado do Espírito Santo. O aplicativo processou, no último mês, aproximadamente, 250 mil pedidos, preparados por cerca de 1.500 restaurantes parceiros.

O Magalu aposta em aquisições para ganhar destaque no segmento de apps de delivery. A empresa entrou no segmento em 2020, com a compra da AiQFome. Neste ano, a companhia adquiriu a ToNoLucro e a GrandChef. A primeira passou a integrar a área de entrega de comida pronta do Magalu, enquanto a segunda ajuda restaurantes analógicos a se digitalizarem.

O AiQFome deve passar a integrar o superaplicativo do Magalu até o fim do ano, chegando, assim, a grandes cidades. Com sua operação totalmente sincronizada com o superapp, a empresa tem a expectativa de despontar entre os líderes do segmento no Brasil.

Entrega em até 1 hora

O modelo de entrega com motocicletas do aplicativo de entrega de comida é complementar à logística do site e superapp do Magalu. A empresa anunciou, nesta semana, seu projeto de entrega de produtos de até 6kg em até 1h, partindo da loja mais próxima da casa do cliente. Para que esse modelo de entrega seja possível, os motociclistas do AiQFome se dividirão entre restaurantes e entregas de lojas – o que aumentará sua demanda e, consequentemente, remuneração.

A transformação do Magazine Luiza de uma empresa tradicional de varejo em uma empresa digital com pontos físicos levou 15 anos. A implantação de sistema digital foi concluída apenas em 2018. Desde então, a cultura digital do Magalu se tornou seu principal diferencial.

A empresa caminha para se tornar o principal ecossistema digital de compra e venda no País. “A gente quis ser a empresa que digitalizasse o varejo brasileiro, como a Amazon foi nos Estados Unidos. A nossa missão foi ajudar o País a fazer essa transição digital do varejo que foi tão bem-sucedida na China”, afirmou recentemente, em entrevista à Mercado&Consumo, o CEO Frederico Trajano.

Imagem: Reprodução

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: