fbpx

Evino firma parceria com livrarias para apoiar comércio físico

Clientes que fizerem compras de títulos do Grupo Editorial Record vão ganhar cupons de desconto

O e-commerce de vinhos Evino firmou uma parceria com livrarias de todo o País como forma de apoiar o comércio físico. A campanha ação “Eu apoio a livraria do bairro” é realizada com o Grupo Editorial Record. Mais de 100 lojas participam da campanha, entre elas unidades das livrarias da Vila, Leitura, Curitiba e Nobel.

Os leitores que comprarem livros da Record (de todos os selos) em valores superiores a R$ 100 vão receber um gift card no valor de R$ 30 para usar no site ou aplicativo da Evino. O gift card será entregue presencialmente no momento da compra, de acordo com os estoques das livrarias participantes.

A campanha vai até 15 de setembro. A lista de livrarias participantes pode ser conferida na internet (clique aqui para acessar).

Evino firma parceria com livrarias para apoiar comércio físico

Setor em crise

As livrarias físicas vêm enfrentando dificuldades desde antes da pandemia de Covid-19 por causa da concorrência com os grandes sites. As restrições de convívio social, no entanto, pioraram o cenário, uma vez que levaram ao fechamento de muitas unidades.

Para o book advisor Para Eduardo Villela, profissional com mais de 16 anos no mercado editorial, as livrarias segmentadas têm ganhado cada vez mais espaço no mercado. “As livrarias menores geralmente se especializam em um único nicho, como livros de ficção infanto-juvenil, autoras que focam o universo feminino ou se destacam por serem mulheres, ou ainda os livros técnicos, disponibilizando um acervo bastante completo aos clientes. Elas oferecem um atendimento mais personalizado e profissional, feito por poucos funcionários bem treinados ou até pelo próprio proprietário”, afirma.

Segundo ele, esses detalhes fidelizam os clientes e os fazem comprar delas, mesmo sabendo que os livros quase sempre custam menos se comprados nos grandes sites. “Boa parte dos clientes valoriza em primeiro lugar o bom atendimento e outras experiências, como eventos de contação de histórias, saraus e a possibilidade de interação com os autores em sessões de autógrafos, por isso, os clientes estão dispostos a pagar um pouco mais do que na internet”, diz.

Dados do Sindicato Nacional de Editores de Livros mostram que houve um aumento de 48,5% nas vendas de livros no Brasil, o que equivale a 28 milhões de unidades vendidas no primeiro semestre deste ano. “Esse crescimento aponta para um novo momento para o mercado editorial brasileiro e mostra uma recuperação expressiva para o setor”, conclui Eduardo.

Imagens: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: