fbpx

Hoje em dia, tornou-se mandatório para as marcas ter o seu perfil no Instagram.

É tão importante que, se uma marca não é encontrada na rede social mais usada no Brasil, pode-se concluir que ela provavelmente não existe.

O Instagram tornou-se a rede social com maior público e melhor engajamento, superando em 35% o Facebook.

Construa sua própria audiência

Pela facilidade de acesso e navegação, o perfil da marca no Instagram tornou-se o canal mais fácil de comunicação com o público.

Isso permite que cada marca construa sua própria audiência.

Mas, para conquistar o público certo de seguidores, é necessário um planejamento estratégico.

Invista num bom planejamento estratégico

Pode ser sua própria equipe de marketing ou uma agência especializada, o importante é realmente ter objetivos claros e estratégicos, que beneficiem a marca e sejam mensuráveis.

Algumas dicas práticas:

  • Para criação dos conteúdos dos seus posts, use as proporções 60-30-10: 60% educativo sobre seu produto, 30% incentivo de comentários e compartilhamentos e 10% para promoções, descontos e novidades.
  • Um bom número de publicações está entre 8 e 20 posts por mês.
  • Tenha um responsável pela gestão do perfil, que irá responder os posts e mensagens no direct, garantindo uma comunicação humanizada entre a marca e o consumidor.
  • Acompanhe o aumento do número de likes, de seguidores e de compras geradas para o e-commerce.

Como saber se meu perfil está gerando vendas na loja física?

Medir as vendas que o Instagram gera para a loja física pode parecer uma tarefa mais desafiadora do que no varejo online. E, de fato, é.

A pandemia de fato favoreceu o crescimento do varejo online, como mostra o relatório divulgado no começo de 2021 pela XP Investimentos.

A penetração do e-commerce passou de 6% em 2019 para 9% em 2020, o que representou, 73,88% de crescimento do setor.

Porém, mesmo com este crescimento expressivo do e-commerce, o varejo físico continua responsável por 91% do PIB do varejo brasileiro.

O que mudou, de verdade, foi a necessidade (urgente) de inovação no varejo físico.

O público pode gostar da marca, do novo produto, da promoção e um post pode gerar um grande volume de likes. Mas é muito importante ir além dos likes e entender o quanto de fato isto tudo está gerando em vendas.

Além de ensinar o público sobre a marca e mostrar novos produtos, de vez em quando é importante mimar a audiência. O público quer receber alguma vantagem por ser seguidor da marca. Muitas vezes, o que falta é um convite com um bom empurrãozinho para motivá-lo a ir à loja comprar os produtos que vê passar na timeline.

É aí que entra o cupom rastreável.

O cupom se torna uma gentileza da marca para a sua audiência. Ao mesmo tempo, é a tecnologia que conecta o digital com o físico e rastreia toda a jornada do consumidor até a compra.

O que é cupom rastreável?

Diferente do tradicional cupom promocional impresso, o cupom rastreável é digital e foi criado para entender toda a jornada, desde o interesse do consumidor na oferta até a compra efetivada na loja física.

A tecnologia permite que cada cupom seja único, tornando possível gerar métricas exatas sobre a performance em engajamento e em vendas de cada campanha promocional.

O cupom rastreável é uma ferramenta simples e personalizada, que a marca usa para interagir com o público.

É a ferramenta ideal para quem precisa:

  • Engajar o público-alvo nas ações da marca.
  • Coletar dados antes de o cliente chegar na loja.
  • Rastrear e comparar a performance de todos os canais de comunicação da campanha.
  • Gerar fluxo para as lojas e promover vendas.

Qual a melhor forma de usar cupons rastreáveis para gerar vendas no Instagram

Com base em vários casos de sucesso já obtidos, nos 10% dos posts e stories estrategicamente designados a promoções e descontos, a comunicação deve ser voltada para o cupom.

No Instagram, não é possível inserir links nos posts. Para driblar esta limitação, as marcas usam a descrição do perfil da empresa, conhecido como “Bio”, para inserir o link.

“Link na Bio”

Muitas empresas divulgam o link do cupom direto na Bio. Porém, é permitido apenas um link neste espaço.

Como a grande maioria quer expor também outros links e conteúdo da marca, para driblar esta limitação, usam-se os agrupadores de links. Um dos mais conhecidos é o Linktree.

No post ou story, a marca anuncia o cupom e orienta o consumidor a pegá-lo no link que está na Bio.

Fixar o link “cupons de descontos” no agrupador de links incentiva o consumidor a criar o hábito de visitar regularmente a página em busca de benefícios exclusivos.

A maioria dos clientes da plataforma de cupons rastreáveis da Ouvi usa o link da Bio para divulgar seus cupons.

“Arrasta pra cima”

Esta é uma outra forma de direcionar a audiência para a carteira de cupons rastreáveis da marca.

“Arrasta pra cima” é o nome da função que permite inserir links nos Stories do Instagram. Porém, esta função só é liberada quando a empresa conquista 10 mil seguidores.

Ativando a função na foto ou vídeo, basta clicar na chamada “arrasta pra cima” para o usuário ser direcionado diretamente para a carteira de cupons da marca.

Pouco seguidores ainda? Monetize os que já tem

Não precisa esperar ter 10 mil seguidores para começar a divulgar seus cupons. Mesmo se a sua marca estiver no início da construção de audiência, usar cupons para monetizar os que já estão lá vai ajudar muito a reter e aumentar o número de seguidores.

Em média, 6% dos seguidores pegam um cupom para comprar na loja física. Além das vendas geradas, a marca identifica quem são seus reais potenciais clientes e pode criar estratégias especiais para eles.

Veja aqui um exemplo.

Janaína Camargo é COO da Ouvi.
Imagem: Shutterstock

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: