Mais de 30% dos brasileiros pretendem celebrar Natal em grupos de até 10 pessoas

Pesquisa feita pelo Google revela que 45% pretendem comprar comidas típicas e 31% vão presentear no Natal

Depois de quase dois anos de pandemia, os brasileiros estão otimistas quanto à possibilidade de reunir amigos e familiares e já começaram a pensar nos produtos que pretendem comprar neste Natal. Segundo uma pesquisa online do Google realizada com 800 brasileiros entre 20 e 22 de novembro, 18% dos participantes disseram que irão celebrar o Natal deste ano com mais pessoas do que no ano passado. Outros 16% pretendem reencontrar pessoas que não veem há muito tempo.

Quanto à quantidade de pessoas que pretendem reunir, 32% planejam celebrar em grupos de 5 a 10 pessoas, 21% com até 4 pessoas, 15% com mais de 15 pessoas, 11% em grupos de 11 a 15 pessoas e 6% com até duas pessoas.

Segundo o estudo, 45% dos entrevistados pretendem comprar comidas natalinas típicas, 31% planejam comprar presentes de Natal e 23% querem roupas ou sapatos novos. Em seguida estão os que querem comprar materiais para decoração (21%) e bebidas (13%).

Clima de recomeço

Ainda de acordo com a pesquisa, o clima de recomeço deve tornar a celebração do Natal mais especial para 42% dos entrevistados. Metade afirmou que irá celebrar a data em 2021, contra 17% que declararam que não vão comemorá-la neste ano.

Para 19%, a busca por produtos e categorias de interesse acontece até um mês antes do Natal, enquanto 22% dos entrevistados disseram iniciar essa jornada até 15 dias antes, contra 25% que começam uma semana antes da troca de presentes. Os que começam a pesquisar na véspera somam 23% e os que deixam para a própria data são 10% dos participantes.

Alerta contra golpes

A agitação relacionadas às compras em datas comemorativas, como o Natal, é usada por criminosos para aplicar golpes. Muitos usam uma tática conhecida como “engenharia social”, que consiste na manipulação do usuário para que ele lhe forneça informações confidenciais.

Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta que o consumidor deve redobrar os cuidados para fazer suas compras e lembra que nesta época do ano são comuns abordagens de criminosos com páginas falsas que simulam e-commerce; promoções falsas enviadas por e-mails, SMS e mensagens de WhatsApp e a criação de perfis falsos que investem em mídia pra aparecer em páginas e stories de redes sociais.

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: