Luiza Helena Trajano: “Quem mudou para o ESG foi o consumidor final”

Empresária destacou a necessidade das práticas sociais num evento realizado em São Paulo

“ESG é uma obrigação e agora é uma necessidade: ou você tem ou você não tem. A desigualdade social não é do governo, é de todos nós.” A frase é da empresária Luiza Helena Trajano, que reforçou a importância das práticas de governança ambiental, social e corporativa nas empresas. “É muito importante a gente aumentar o nível de consciência, porque o mercado financeiro é muito ativo. É o consumidor que está pedindo isso, é ele que mudou.”

A presidente do Conselho do Magazine Luiza participou, nesta terça-feira (1º), do Interactive Retail Trends – Pós-NRF, promovido no Teatro Santander, em São Paulo, de forma híbrida. O encontro foi realizado pela Gouvêa Experience, braço de eventos da Gouvêa Ecosystem, e contou com cobertura completa  da Mercado&Consumo.

A partir do tema “Seja a transformação que o varejo e a sociedade esperam”, Luiza Helena falou sobre liderança, governo, oportunidades de negócios e novas práticas para transformar o varejo. Ela destacou que o começo da pandemia foi um momento de reflexão para ela e para todo o empresariado brasileiro.

Ao longo de toda palestra, Luiza reforçou como são importantes e necessárias as políticas de ESG para as empresas e como essas questões, hoje, são determinantes para o mercado e para os consumidores “Essas questões precisam vir de dentro da empresa.”

Mudanças ‘para ontem’

A executiva ainda citou o “é pra já” como pilar fundamental para promover mudanças no varejo e reforçou a necessidade de esse conceito ir para a prática de fato. Ela ainda comentou que o varejo brasileiro está preparado e pronto para o período pós-covid. A empresária também falou sobre a relevância atual que o digital e as tecnologias têm nas lojas e nas operações das empresas. “O digital é commodity agora. Ele é uma cultura e não mais uma opção”, complementou.

Luiza ainda mencionou a as discussões sobre o papel da loja física ao longos dos anos e destacou a necessidade de os negócios serem omnicanais, citando o próprio Magazine Luiza. “Agora, as nossas lojas estão se preparando para terem os produtos dos nossos principais parceiros do marketplace dentro dos espaços físicos de vendas. A loja física não vai acabar”, exemplificou a empresária.

Imagem: Marcelo Audinino

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: