Como beneficiar a sua F&A com a integração e gestão dos processos

As fusões e aquisições (F&A) empresariais têm tido grande importância para a estratégia das organizações. No processo de retomada da economia mundial, por diferentes questões, como expansão do mercado, ampliação de capacidade operacional, ampliação e distribuição do alcance da marca, muitas organizações derivam para novos negócios, entre eles as F&A.

Grandes fusões e aquisições também envolvem grandes preocupações das empresas que as pretendem realizar. Essas operações entre as empresas acontecem em um âmbito estratégico e em grande parte sigiloso, não sendo possível, no momento das negociações, realizar um diagnóstico na operação, não garantindo a harmonia dos processos e interferindo nos resultados finais esperados e projetados na F&A. Dentro das etapas necessárias para se chegar à meta estabelecida, está a integração principalmente dos processos entre os colaboradores e sistemas operacionais.

Na legislação brasileira, a fusão é regulamentada pela Lei das Sociedades Anônimas (Lei nº. 6404/76), que a caracteriza como “a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações”, e depende de autorização em Assembleia Geral.

Como beneficiar a sua F&A com a integração e gestão da análise dos processos

Podem ser inúmeros os benefícios e os motivos para as empresas se fundirem: custos de produção, ganho de mercado, novos mercados, lançamento de produtos e economia de custos de produção.

Com a fusão, também se fundem diferentes aspectos entre as organizações, como cultura, pessoal e conhecimentos técnicos. Todos envolvem processos que devem ser realizados mantendo a engrenagem em funcionamento.

Como realizar uma análise de processos e sair com quick wins

a) Estudo preliminar – Necessidades de cada organização

Levando em consideração os principais dados da organização, uma das ferramentas que você pode obter a partir da aplicação da matriz SWOT [strengths, weaknesses, opportunities e threats], priorize os principais processos que devem passar por uma análise. A priorização é fundamental , pois tentar analisar todos os processos geralmente acabam em pilhas de documentos, sendo um erro realizá-lo

A priorização considera os processos ponta a ponta e que geram um resultado que agrega valor para o cliente e/ou para o negócio.

Lembrando que os processos selecionados devem contribuir para o atingimento dos objetivos estratégicos da organização e/ou gerar impactos diretos na experiência do cliente.

b) Planejamento

  • No trabalho de planejamento envolve questões como:
  • Delimitar o escopo de análise (até que ponto a análise vai avançar? O objetivo futuro é documentar, padronizar ou transformar?);
  • Definir padrões de coleta de informação;
  • Montar uma equipe de análise e definir papéis.

c) Execução

Neste momento, criar uma visão de processo única e padronizada, aquela que atenda com os objetivos da análise de processos entre as organizações

d) Monitoramento e melhorias

É natural surgir novas ideias de melhorias, imediatas, rápidas e de baixo custo. Provavelmente também surgirão ideias de iniciativas a longo prazo, como planos de ação e projetos.

Importante que ao final da análise saia uma lista das Principais ações que podem sair como quick wins para rápida aplicação e Projetos para avaliação e posterior implantação proporcionando retorno em diferentes aspectos ao negócio como redução de custos, aumento de receita , produtividade, sinergia entre os processos e colaboradores.

Conclusão

A análise de processos é fundamental, a partir delas as pessoas conseguem entender a dinâmica da organização, podendo visualizar melhor os impactos que as suas ações e decisões causam no ciclo produtivo da organização .

Criar essa perspectiva nas organizações não é tarefa fácil. Por isso, contratar uma consultoria de processos pode ser uma boa opção.

Benefícios de uma consultoria

  • Conhecimento de mercado (diferentes players);
  • Ampliação de soluções diferenciado ao negócio (ferramentas e técnicas aprimoradas);
  • Apoio na tomada de decisões (amparo de dados do mercado interno e externo);
  • Aumento da eficiência e produtividade (equipe dedicada);
  • Aumento de motivação entre as equipes (problemas em tratamento);
  • Disponibilidade e agilidade.

Roberto de Souza Furtado é consultor na Gouvêa Consulting.
Imagem: Shutterstock

Roberto de Souza Furtado

Roberto de Souza Furtado

• Executivo de Projetos, profissional multidisciplinar com 14 anos de experiência em Gestão de Projetos, PMO e Scrum Master em ambientes de grande porte empresarial, conduzindo, implantações e planejamentos estratégicos em nível corporativo, realizando o interface entre stakeholders e hierarquias. •Expertise em implantação de soluções de inovação para equipes de negócios, como PMO digital, IA - Inteligência Artificial ,IOT Internet das coisas, “app” aplicativos, utilizando um mix de conhecimentos como, Pmbok,, ITIL, Cobit, Six Sigma, PDCA, BPM, LGPD, SAFe • Atuação e conhecimentos em segmentos como: TI, Supply Chain, Siderurgia e Mineração, setor Bancária, Varejo e Saúde conhecimento de toda cadeia dos setores e seu ciclo produtivo; • Aplicação das práticas em gerenciamento de projetos como: PMI, Scrum e Kanban desenvolvendo planos de pré work , prazos, custos, aquisições, escopo, riscos e gestão das equipes • Gestor orçamentário dos status report com visão DRE, Budget, visão por Portfolio, Diretoria, Programa e visão de Projetos, governança por métricas entre o Planejado X Realizado, com a gestão analítica e acompanhamento “físico X financeiro” dos projetos; • Elaboração de apresentações com enfoque diretoria, gerencia e colaborador, Liderança de comitês técnicos e executivos, experiência em desenvolvimento de workshop, gestão de pessoas, ministrar treinamentos e ações de endomarketing; • Scrum Master com experiencia em construção de aplicativos , desenvolvimento de Fintech e produtos relacionados , promovendo o objetivo e entrega de valor ao cliente, atuando como agente de transformação ágil, apoiando o time nas entregas das sprints e ritos, pratica nas melhores técnicas para gestão do product backlog, realização da sprint plannig, daily, Sprint Review, retrospective, melhoria continua, remoção de impedimentos.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: