Dark kitchen, mercado autônomo e aplicação de vacina são tendências no setor de franquias

Novidades são apresentadas na ABF Franchising Expo, que começou nesta quarta e vai até sábado em São Paulo

franquias ABF Franchising Expo

Abertura da ABF Franchising Expo

Serviços feitos de casa, dark kitchens e mercados autônomos são algumas das tendências do setor de franquias para os próximos meses, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). O setor também vem sendo desbravado por empresas que atuam em nichos como agronegócio, benefícios, coworking e até aplicação de vacinas.

Nesta semana, o setor se reúne na ABF Franchising Expo, o maior evento de franquias do mundo, que é realizado em São Paulo. São 450 marcas expositoras dos segmentos de Alimentação, Educação, Saúde, Beleza, Turismo, Entretenimento, Tecnologia e outros. A expectativa é de que cerca de 60 mil pessoas passem pelos corredores do Expo Center Norte nos quatro dias de evento, que teve início nesta quarta-feira (22) e vai até sábado (25).

Segundo a ABF, as franquias recuperaram boa parte do impacto negativo da pandemia e registraram um crescimento de quase 14% em 12 meses. Atualmente, o franchising brasileiro fatura mais de R$ 188 bilhões e dispõe de mais de 173 mil unidades no País, gerando quase 1,5 milhão de empregos diretos e outros 5 milhões de empregos indiretos.

“Os candidatos [a abrir franquias] irão encontrar redes muito mais resilientes, digitalizadas e com mais canais de venda pelas lições da pandemia, o que consideramos muito positivo para o desenvolvimento do setor nos próximos anos. De outro lado, um mercado de trabalho ainda em ritmo lento de recuperação e uma crescente cultura empreendedora devem trazer também uma nova geração de empreendedores. Com isso, esperamos gerar ainda mais negócios”, afirma o presidente da ABF, André Friedheim.

Novas marcas

Nesta edição, a área da feira foi ampliada em 1 mil m², chegando a 32 mil m² no total. O evento conta com 199 novas marcas expositoras. São redes ingressantes no setor ou que estão há pelo menos cinco anos sem expor, além de empresas fornecedoras e instituições financeiras.

“É muito significativo que a ABF Expo deste ano, após dois anos de interrupção, traga um número expressivo de novas redes e igualmente relevante de mais de 450 marcas expositoras. Esses fatos demonstram a força empreendedora que existe em nosso país, o quanto as redes e todo o ecossistema do setor de franquias estão investindo e confiantes no futuro dos negócios. Demonstram, ainda, a importância da retomada da feira, que reflete a própria retomada do setor, e que mesmo neste período tão desafiador segue contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil”, diz Friedheim.

Para o executivo, o ambiente da ABF Franchising Expo e o modelo de franquias continuam a ser especialmente indicados para quem vai abrir seu primeiro negócio, estando ou não em sua ocupação anterior.

“Quem investe em uma franquia já parte com vantagens muito importantes em relação a um negócio isolado. Isso porque, além da menor taxa de mortalidade, adquire um modelo de negócio, produto ou serviço já desenhado e testado. Tem acesso também a processos, tecnologias, fornecedores, poder de compra, ações compartilhadas, experiência vivida na pandemia e o conhecimento de um empresário mais experiente, o franqueador. Por fim, opera com uma marca já reconhecida que ajuda na atração de clientes e no desenvolvimento de inovações”, ressalta.

De R$ 10 mil a R$ 2 milhões

A ABF Franchising Expo tem franquias com investimento inicial de menos de R$ 10 mil até mais de R$ 2 milhões. Participam também da feira fornecedores do franchising, pontos comerciais e, pela primeira vez, o evento é realizado de forma concomitante ao Exposhopping/Congresso Internacional de Shopping Centers, promovido pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

A feira oferece também espaços temáticos, como a Arena do Conhecimento, com apresentações gratuitas sobre diversos temas associados ao mercado de franquias no Brasil, o Boulevard de Microfranquias, com redes cujo investimento inicial vai de R$ 3 mil a R$ 120 mil, e o Montando Minha Franquia, que reunirá fornecedores do sistema de franchising a exemplo de ferramentas de TI, serviços de marketing, geolocalização, design de ponto de venda, sistemas de pagamento, entre outros. Há, ainda, uma área dedicada a startups com soluções para o mercado de franchising.

Imagens: Divulgação

[the_ad_group id="11875"]
Sair da versão mobile