Vendas de calçados, casa e decoração via anúncios online crescem 357%

O setor calçadista registrou crescimento expressivo de 357% nesta Black Friday em relação ao ano anterior

As vendas estimuladas por anúncios online no Brasil têm registrado crescimento importante para o setor calçadista, de casa, decoração e artigos esportivos durante a Black Friday, na comparação com o mesmo período promocional de 2022.

Segundo a Rakuten Advertising, empresa de serviços e tecnologia de marketing e publicidade, até as 14h desta sexta-feira, as vendas por canais digitais de calçados mostram crescimento expressivo de 357% no ano contra ano. Já o segmento de casa e decoração disparava 180%, enquanto o de artigos esportivos subiam 72%, na mesma base comparativa.

Os dados se referem às vendas online geradas por uma rede de afiliados – como sites de cupom e cashback e produtores de conteúdo (a exemplo de blogueiros e influenciadores) que veiculam anúncios online em troca de comissões por venda ou clique.

“Cada vez mais varejistas têm recorrido aos afiliados de forma estratégica, alocando-os em diferentes etapas do funil de vendas. Isso garante uma jornada de compra mais fluida e ajuda o cliente a chegar ao último clique sem dúvidas de que está fazendo um bom negócio”, disse Evelin Amaral, diretora de Client Services da Rakuten Advertising.

Pequenas e médias empresas

As pequenas e médias empresas online já faturaram R$ 77 milhões nas vendas de terça até sexta às 12h, o que mostra um crescimento de 26% em comparação a 2022. Até o momento, já foram vendidos 1,1 milhão de produtos no período, com um ticket médio de R$ 265.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

Apenas nas primeiras 12 horas de sexta-feira, 24, as PMEs movimentaram R$ 9 milhões, vendendo mais de 165 mil produtos, segundo o levantamento da Nuvemshop, plataforma para criação de lojas virtuais.

De acordo com Luiz Figueira, Diretor Geral de Plataforma da Nuvemshop, a Black Friday 2023 já apresenta um grande crescimento e a expectativa é que continue assim por todo período promocional.

“Neste ano, os lojistas se prepararam com mais antecedência, realizando campanhas com promoções desde o começo de novembro, o que atingiu um número maior de clientes e permitiu uma melhor organização para a Black Friday. Toda essa movimentação dos empreendedores online foi fundamental para esse começo positivo na data”.

Com informações de Estadão Conteúdo (Amélia Alves)

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist