Fórum E-Commerce Brasil debate melhores práticas do comércio eletrônico

Mercado&Consumo estará no evento em estúdio montado junto com a Infracommerce

Depois de dois anos sendo realizado virtualmente, o Fórum E-Commerce Brasil volta, nesta semana, ao modelo presencial em São Paulo para debater as melhores práticas do comércio eletrônico. Com a expectativa de reunir mais de 15 mil pessoas, o evento será realizado entre esta terça e quarta (26 e 27) no Transamérica Expo Center. A Mercado&Consumo estará presente no evento em um estúdio montado junto com a Infracommerce e fará a cobertura dos destaques do congresso e da área expositiva.

Ao todo, serão 220 expositores e 30 palcos de conteúdo simultâneos, com mais de 200 entusiastas do mercado. Além disso, o evento contará com quatro plenárias onde serão abordados assuntos relacionados a marketing e vendas; tecnologia e inovação; gestão e operação; e transformação digital.

O Fórum E-Commerce Brasil 2022 contará com palestrantes nacionais e internacionais, dentre eles Marcelo Zimet, CEO da L´Óreal; Celia Goldstein, General Manager da Amazon Advertising Brazil; Marta Dalton, Global Director eCommerce da Unilever; Andre Sabioni, Head of Industry da Meta (Facebook); João Appolinário, Founder e CEO da Polishop; Rafael Bonjorno, VP Consumer Care & Ownership Experience Solutions LATAM da Electrolux; Fabiana Manfredi Diretora – Mercado Ads do Mercado Livre; Zé Lucas de Paula, Head Of Creative Works do Google; William Bruno, Principal Engineer do O Boticário, dentre outros.

“Após dois anos de pandemia, essa edição será um marco histórico, pois será o maior evento já realizado e ocorrerá de maneira totalmente presencial, em um espaço mais amplo. Também teremos uma grade de programação com speakers altamente qualificados que abordarão o que há de mais inovador e disruptivo para o setor varejista e participantes de pelo menos 30 países e profissionais de todos os ramos, desde varejo até a indústria”, afirma Tiago Baeta, fundador do E-Commerce Brasil.

Impacto na economia

O comércio eletrônico tem uma grande relevância na economia nacional. De acordo com um estudo da Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou um crescimento de 12,6% no 1º trimestre de 2022, o que representou um faturamento de R$ 39,6 bilhões, 89,7 milhões de compras online e um aumento de 14% em comparação aos três primeiros meses de 2021. Dentre as principais categorias que mais se destacaram estão telefonia, eletrodomésticos, eletrônicos; moda e acessórios; e informática.

“Esses dados comprovam a capacidade do setor de se desenvolver e se adaptar as mudanças, visto que o varejo digital foi uma das alternativas encontradas por muitos lojistas para crescer na pandemia. Por isso, nosso intuito é promover conexões reais entre os principais agentes do setor varejista e as empresas desse segmento para discutir a criação e implementação de soluções e estratégias assertivas e eficientes para que o setor possa crescer ainda mais de maneira escalável e saudável”, finaliza Tiago.

Imagem: Aiana Freitas

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: