Burger King usa Inteligência Artificial para otimizar estoques e evitar desperdício

Sistema Sentinella, já utilizado na rede Burger King, sugere reposição de estoque conforme preferência do consumidor

O Burger King concluiu a implementação do sistema Sentinella em toda a rede própria de restaurantes. A ferramenta é baseada em Inteligência Artificial e ajuda a tornar mais ágil e eficiente toda a cadeia logística, além de evitar custos e desperdício de alimentos nos restaurantes, otimizando assim a operação.

O novo sistema usa IA para otimizar o pedido de insumos das lojas, apoiando o gerente com sugestões de reposição de estoque conforme o comportamento de vendas e os possíveis eventos sazonais.

“O cliente também se beneficia com o machine learning do sistema Sentinella, devido à eficiência operacional utilizada na checagem de estoque, que analisa com agilidade as tomadas de decisões e, principalmente, evita o desperdício de itens sob uma ótica de gestão de estoque otimizada por IA. Além disso, a nova tecnologia do sistema de pedidos dos restaurantes contribui para a política de zero desperdício da empresa, fazendo com que toda a cadeia de suprimentos se beneficie, reduzindo custos da operação e reforça o fato de sermos uma marca em constante inovação””, afirmou Igor Freitas, VP de tecnologia da Zamp, que detém as marcas Burger King e Popeyes no Brasil.

O Sentinella foi desenvolvido em parceria com a empresa TopCode e já recebeu mais de 30 mil pedidos desde o início de sua implementação, em 2021. A nova funcionalidade no sistema de pedidos faz parte da estratégia da Zamp em tornar-se a maior foodtech do País pela incorporação da tecnologia em todos os pilares do negócio.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

Burger King usa Inteligência Artificial para otimizar estoques e evitar desperdício

Como funciona a IA

O sistema Sentinella cruza dados da base de pedidos realizados pelos consumidores Burger King por meio do controle de estoque para compreender quais insumos são mais utilizados no local em que a loja está. Quando o gerente precisa realizar a reposição de estoque, ele consulta o sistema, que já oferece as sugestões de maneira mais assertiva. Dessa maneira o gerente não precisa consultar várias planilhas para entender quantos quilos de tomate devem ser comprados no período, por exemplo.

As sugestões também minimizam possíveis faltas de insumos no estoque, já que o sistema estará sempre abastecido conforme as necessidades de consumo. Com isso, toda a logística da operação Burger King é beneficiada, com um volume mais assertivo de reposição, reduzindo custos e prejuízos.

Imagens: Shutterstock e Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist