Tiffany & Co lança “NFTiff”, sua primeira experiência com o mercado de NFTs

Pingentes serão inspirados na coleção de CryptoPunks e terão versão física e digital; o valor de um exemplar é de cerca de R$250 mil

De olho em tendências de mercado e inovação, a Tiffany & Co anunciou o lançamento de NFTiff, o primeiro empreendimento da marca no universo das NFTs. O desenvolvimento foi feito em parceria com a Blockchain Technology Innovators Chain, que criou o passe NFTiff de edição limitada e projetado exclusivamente para suporte de CryptoPunks e alimentado por Chain.

Os portadores do passe NFTiff têm a oportunidade de cunhar um pingente personalizado Tiffany & Co inspirado no CryptoPunk do proprietário e receber uma renderização digital do pingente como NFT junto a um certificado de autenticidade. A venda começa a partir desta sexta-feira, 5, e as peças custam 30 Ethereum (criptomoeda), o equivalente a cerca de R$ 250 mil.

“Nós estamos incrivelmente animados em anunciar a estreia do NFTiff trazendo aos nossos clientes a rara oportunidade de transformar os pingentes CryptoPunks em desenhos personalizados da Tiffany & Co. através de uma experiência totalmente digital”, destaca Alexandre Arnault, vice-presidente executivo de produto e comunicação.

Focados em transformar os CryptoPunks em pingentes personalizados, os designers da Tiffany vão trabalhar com 87 atributos e 159 cores diferentes presentes em toda coleção de 10 mil CryptoPunks para combinar com as pedras preciosas ou cores de esmalte semelhantes. Cada pingente será composto por, pelo menos, 30 pedras preciosas e diamantes para criar um desenho personalizado com fidelidade à arte NFT original.

Os pingentes de 18 k rosa ou ouro amarelo estarão sobre uma corrente ajustável entre 18 e 22 polegadas composta por elos quadrados, remetendo aos pixels quadrados. Limitados no fornecimento, serão produzidos apenas 250 pingentes, cada um gravado com o seu número de edição CryptoPunks. Também haverá um limite de três passes NFTiff para compra por indivíduo.

NFTiff

A ideia do NFTiff surgiu no começo do ano, após Alexander Arnault ter compartilhado em suas redes sociais uma foto de sua interpretação personalizada de CryptoPunk, criada pelos artesões da empresa de joias e inspirado pelo seu NFT. O CEO da Chain se mostrou entusiasmado com a peça e passou a negociar com a Tiffany & Co para criar o passe NFtiff e o portal online.

“Como detentor de CryptoPunks, vi uma parceria com a Tiffany como uma forma de tornar os NFT acessíveis a novos colecionadores, bem como reforçar a comunidade existente que abraçou a arte”, afirma Deepak Thapliyal, diretor-executivo da Chain.

Imagens: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: