Marfrig lança marca própria de hambúrguer vegetal

A Marfrig Global Foods está lançando sua marca própria de hambúrgueres vegetais, chamada Revolution Burger. Os produtos da empresa serão vendidos no varejo diretamente ao consumidor e em redes de food service. Em 2020, deve ser iniciada a exportação do Revolution Burger para o mercado chinês.

Para Cristina Souza, diretora-executiva da GS&Libbra, a estratégia atende às exigências do consumidor, já que 14% da população brasileira, se declarou vegetariana, em pesquisa recente do Ibope. De acordo com ela, a tendência é de crescimento deste movimento e da busca por alternativas mais saudáveis.

“O consumidor definiu que deseja para sua alimentação saúde, qualidade e sustentabilidade, ou, em alguns casos, apenas variedade. A Marfrig, que é um dos maiores fornecedores de proteína do país, entendeu isso e ampliou o seu portfólio também para proteína de base vegetal”, afirmou Cristina. Ela acredita que a empresa irá investir na atração de novos consumidores, na ampliação de seu portfólio e na colocação do seu produto no mercado.

Em agosto deste ano, a empresa já havia lançado um hambúrguer vegetal com sabor semelhante ao animal, produzido no Brasil em larga escala. Em setembro, a Marfrig passou a fornecer o hambúrguer vegetal para o Rebel Whopper, sanduíche da rede de fast food Burger King no Brasil. “Estamos em um movimento consistente de ampliação de portfólio”, disse Eduardo Miron, CEO da Marfrig Global Foods, segundo o qual, “o lançamento de uma marca própria, que reflita a qualidade dos produtos e do relacionamento da empresa com a cadeia de clientes era um passo fundamental a ser dado.”

Além dos hambúrgueres, a marca Revolution será usada para outros produtos à base de plantas desenvolvidos pela empresa. Os itens serão fabricados na unidade de Várzea Grande, no Mato Grosso, onde também são produzidos os demais hambúrgueres vegetais da Marfrig.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

A empresa também firmou parceria com a rede de restaurantes de inspiração australiana Outback Steakhouse. Os restaurantes irão oferecer uma versão exclusiva do hambúrguer vegetal Revolution, diferente da fornecida a outras redes de restaurantes e ao varejo. O produto deverá entrar no cardápio da rede nos primeiros meses de 2020.

A Bloomin’ Brands, dona do Outback Steakehouse, está procurando um comprador para a rede de restaurantes no Brasil. A empresa contratou o banco americano Bank of America Merrill Lynch para encontrar interessados no negócio. Entre os possíveis compradores estão a IMC, dona do Frango Assado, e a rede Madero.

A operação do Brasil do Outback é uma das mais lucrativas do mundo, com nove das dez lojas de maior faturamento da rede. No país, a empresa atrai um público com maior poder aquisitivo que em outros países. Por outro lado, a rede vem sofrendo com o aumento da concorrência e queda das margens.

*Imagem reprodução

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist