Que as vendas de fim de ano fazem parte da época mais quente do varejo brasileiro, você já sabe. Tampouco é novidade para alguém que o nosso e-commerce não para de crescer. Dito isso, não é por acaso que todos os anos o número de novos varejistas offline que aderem ao e-commerce, justamente durante esse período, cresce de forma consistente. A boa notícia é que, se este é o seu caso, ainda dá tempo de se preparar melhor para a temporada de vendas do Natal.

A primeira dica é centralizar todas as informações do seu negócio em um só lugar. Isso não só é possível como é altamente recomendado. E é exatamente o que um bom sistema de gestão ERP na nuvem, como Omie, oferece. Os varejistas podem assim ampliar enormemente o seu mercado de atuação integrando-se com lojas virtuais dos principais e-commerces do País, como Mercado Livre, Magalu, Amazon, Americanas, entre outras, e, o melhor, tudo reunido em um único dashboard.

Essa integração é uma máquina de vendas, pois por meio dela é possível publicar anúncios dos seus produtos em vários sites de vendas renomados no mercado, aumentando a visibilidade da sua empresa e, claro, suas receitas. Além da publicação, quando o cliente compra, é criado no sistema o Pedido de Venda para faturamento, emissão da nota, controle financeiro e de estoque com a disponibilidade de produtos, além da geração de etiquetas para envio da mercadoria ao cliente.

Numa comparação rápida em ganho de performance na operação, vemos que ao usar um ERP, o processo completo de 10 vendas é concluído em cerca de 50 minutos. Enquanto isso, com outras soluções que não possuem as integrações nativas de um ERP simples, intuitivo e eficiente, como controle de estoque, com emissão de nota fiscal e gestão de vendas integrados, esse tempo vai para 12h, demandando ao menos duas pessoas para a operação. É claro e evidente a economia de esforço e tempo.

Afinal, o segredo para qualquer negócio crescer está no resultado da soma de mais eficiência e produtividade. Hoje 80% das empresas que sobrevivem no País investem em capacitação do time. Fica claro que, quando as pessoas estão preparadas e capacitadas, a empresa fica cada vez mais próxima do seu objetivo.

E, quando o empreendedor se conscientiza de que é preciso mais que habilidade para vender e/ou prestar serviços, também se torna necessária a prática da gestão no seu negócio, organizando a empresa, adotando processos e tecnologia, por meio de sistemas de gestão, o que amplia imediatamente o nível de eficiência, qualidade e performance.

Como você já deve ter percebido, um bom software ERP pode ser o braço direito do varejista. Na prática, é uma solução que integra e centraliza todos os processos da empresa, de ponta a ponta, desde a entrada de produtos no estoque até a emissão de nota fiscal para o consumidor.

A automação comercial é muito importante nesse processo de digitalização, principalmente para o segmento do varejo. Ela é a principal responsável por automatizar as tarefas e garantir informações em tempo real e de qualidade para o bom andamento e resultado dos negócios.

Usar a tecnologia a favor dos negócios é a base para o sucesso de qualquer empresa no mundo atual. Com um bom controle e gestão de vendas, um sistema completo e a estratégia certa para a sua operação, a sua empresa pode reduzir custos, aumentar a produtividade no seu dia a dia e assim conquistar ótimos resultados, mesmo que seja a sua primeira temporada de vendas de fim de ano na internet.

José Adriano, diretor de Customer Success da Omie

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: