Mercado Livre antecipa Black Friday e espera aumento de 20% nas vendas

Oito em cada dez consumidores planejam gastar até R$ 2 mil neste ano

A proximidade com a Copa do Mundo, que começa em novembro, deve impulsionar a Black Friday deste ano. Já de olho nesse movimento, o Mercado Livre decidiu antecipar as promoções para a data em outubro e espera um incremento de 20% nas vendas deste ano.

“Planejamos que essa seja uma Back antecipada. Estamos trabalhando com os nossos vendedores e com as marcas que estão junto com a gente para começar antes e aproveitar esse impulso de compras ao longo de outubro e novembro”, afirma comenta Julia Rueff, diretora de marketplace do Mercado Livre.

Para se balizar, a plataforma fez uma pesquisa com seus consumidores sobre intenção de compra, em parceria com o Ipsos, e 80% disseram que vão gastar até R$ 2 mil neste ano, acima dos 70% que pretendiam gastar esse valor em 2021.

A busca por produtos de maior valor agregado, como TVs e celulares, puxou esse valor para cima. Segundo a pesquisa, 47% dos entrevistados disseram que pretendem aproveitar a Black Friday para trocar de TV.

“A Copa do Mundo é um momento em que as pessoas aproveitam para atualizar sua TV. A preferência é por TVs maiores, com modelos acima de 29 polegadas”, afirma Daniel Davanço, diretor sênior de pagamentos do Mercado Pago.

Compra planejada

Davanco destaca que a busca por produtos de maior valor agregado impactou também na intenção de pagamento dos usuários. Uma pesquisa feita pelo Mercado Pago, com mais de 10.500 usuários do banco digital e do marketplace, aponta que 85% têm interesse em parcelar as compras, sendo 47% no cartão de crédito Mercado Pago, 31% no cartão de crédito e 22% por BNPL (buy now, pay later).

Banner Curso ONE FRIEDMAN

“Como as pessoas buscam produtos de maior valor agregado, a gente vê uma maior necessidade de parcelamento, mas observamos que existe uma preocupação em não ter prazos longos”, diz. Entre os que pretendem parcelar as compras, 42% vão pagar em até seis vezes, 27% em até 3 meses, 25% vão pagar em 12 vezes e apenas 5% farão um financiamento acima de um ano.

Outro destaque, segundo Davanco, é o Pix, que passou de 12% para 19% das intenções de pagamento, enquanto o boleto caiu de 6% para 4,5%. “O Pix gerou uma experiência melhor tanto para o consumidor como para o vendedor. Quase 700 mil usuários foram para o Mercado Livre por meio do Pix.”

Principais categorias

As categorias de moda e tecnologia são as mais buscadas na Black Friday, com 48% e 44% das intenções, respectivamente. Eletrodomésticos, beleza e cuidado pessoal aparecem logo atrás, com 30% de intenções cada.

“Segundo dados de Mercado Ads, 80% dos nossos usuários pretendem comprar online na data. Neste cenário, estamos falando de um consumidor mais exigente, porque ele já teve experiência da última Black Friday. Isso significa serviço de excelência, com sortimento, boas ofertas e entrega rápida. Nós já trabalhamos constantemente ao longo do ano para oferecer a melhor experiência de compra e estamos preparados”, destaca Fabiana Manfredi, diretora sênior de Mercado Ads.

Para atender as exigências dos consumidores por excelência, o Mercado Livre investiu no Brasil R$ 17 bilhões neste ano. “Boa parte desses investimentos são em operação logística, com o aumento da frota aérea e o lançamento do primeiro Sortation Center (Centro de Consolidação), que vai consolidar mais de 450 mil pacotes e reduzir os prazos de entrega”, afirma Julia Rueff.

Imagem: Shutterstock

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

https://www.youtube.com/watch?v=hJe-myuv4BA

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist