fbpx

Conexão a um Ecossistema de Negócios independe do tamanho da empresa

Para especialista, ponto central é o que pode ser oferecido com parceria

A conexão entre empresas em um Ecossistema de Negócios independe do porte da empresa. Normalmente, grandes empresas atuam como atores principais, fomentando a participação dos demais negócios. Mas pequenas e médias empresas também podem formar um ecossistema.

“O ponto do ecossistema não tem a ver com o tamanho da empresa, mas sim em ter uma mentalidade para ver aquilo do que você pode fazer melhor com parceria”, explicou Mark Greeven, um dos principais especialistas de ecossistemas no mundo, durante a terceira edição do evento “Quando os presidentes se encontram”, nesta quinta-feira (27). Greeven é professor de Inovação e Estratégia na IMD e autor do livro “Business Ecosystems in China: Alibaba and Competing Baidu, Tencent, Xiaomi and LeEco”.

O mais importante, segundo ele, é a empresa estar preparada para se tornar ou se fazer a conexão a um ecossistema já estabelecido. “É preciso ter um core business muito forte. Sem isso, ninguém vai querer trabalhar com você”, diz.

A escolha dos parceiros é um dos principais pontos para que o ecossistema funcione e essa orquestração acontece antes mesmo da sua formação. “Se você for o orquestrador do ecossistema, é preciso entender o seu propósito para alinhar os diferentes temas. Você precisa trabalhar com parceiros que você já conhece, com os quais tem experiência. É um erro investir em negócios que você não conhece”, disse.

Encontro de presidentes

A terceira edição do evento “Quando os presidentes se encontram” foi promovida pela Gouvêa Ecosystem com o apoio da KPMG. Nesta sexta-feira (28), as empresas dão seguimento aos debates sobre o tema com o Programa de Desenvolvimento Estratégico em Consumo e Varejo.

O evento contará com a participação de Shaoming Yang, de Hong Kong, e ex-vice-presidente de Alibaba-AliExpress, Ricardo Geromel, investidor na 3G Radar e autor dos best-sellers “O Poder da China”, sobre tecnologia e inovação da China, e “Bi.lio.nár.ios”.

Participam, ainda, o sócio-líder de Cyber Security & Privacy da KPMG Brasil e para as Américas, Leandro Augusto Marco Antonio, o sócio-diretor de Risk Advisory Services da KPMG Brasil, Eduardo C. Azevedo, e a sócia-líder de Tributos Indiretos – KPMG Brasil, Maria Isabel Ferreira.

A moderação será de Marcos Gouvêa de Souza (fundador e diretor-geral da Gouvêa Ecosystem) e Eduardo Yamashita (chefe de operações da Gouvêa Ecosystem), autores do whitepaper “Ecossistemas de negócios: Transformando o mercado, o consumo e o varejo”.

Imagem: Divulgação

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: