fbpx

Cade aprova sem restrições compra de plataforma do Banco BS2 pelo Magalu

Aquisição da Bit55 foi anunciada no começo de junho e não teve o valor divulgado

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra da Bit55, plataforma de tecnologia para processamento de cartões de crédito e débito na nuvem do Banco BS2, pelo Magazine Luiza. O negócio foi anunciado no começo de junho e não teve o valor divulgado.

A aprovação da superintendência-geral do Cade foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira. Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Magalu explicou que a tecnologia da Bit55 foi desenvolvida ao longo dos últimos dois anos por uma equipe especializada em produtos financeiros digitais. “Com um modelo escalável, a Bit55 possui uma capacidade de processamento de mais de 2.000 transações por segundo, o que garante um tempo de resposta muito rápido e uma melhor experiência de compra”, diz a varejista.

A Bit55, explica, possibilita que cartões sejam emitidos e disponibilizados para uso em minutos, além de oferecer toda a estrutura necessária para a gestão de um portfólio de cartões de crédito, que inclui desde o recebimento da proposta, envio do cartão, captura e autorização das transações, emissão da fatura, recebimento e conciliação automática.

“Com a aquisição, a Bit55 complementa os serviços oferecidos pela Hub Fintech, que poderá oferecer aos seus clientes a emissão de cartões de crédito e débito, além dos atuais cartões pré-pago e contas digitais. A Bit55 passa a fazer parte das iniciativas de fintech do Magalu e é mais um importante passo na estratégia do Magalu de digitalização do Brasil”, diz.

Onda de aquisições

O Magalu aposta em aquisições para ganhar destaque no segmento de apps de delivery. A empresa entrou no segmento em 2020, com a compra da AiQFome. Neste ano, a companhia adquiriu a ToNoLucro e a GrandChef. A primeira passou a integrar a área de entrega de comida pronta do Magalu, enquanto a segunda ajuda restaurantes analógicos a se digitalizarem.

O AiQFome deve passar a integrar o superaplicativo do Magalu até o fim do ano, chegando, assim, a grandes cidades. Com sua operação totalmente sincronizada com o superapp, a empresa tem a expectativa de despontar entre os líderes do segmento no Brasil.

Com informações Estadão Conteúdo (Lorenna Rodrigues e Beth Moreira)
Imagem: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: