“Vemos empresas fazendo entrega em horas muito bem”, diz presidente da Amazon

Daniel Mazini participou do Latam Retail Show 2021, evento online de varejo e consumo

"Vemos empresas fazendo entrega em horas muito bem", diz presidente da Amazon

O presidente da Amazon no Brasil, Daniel Mazini, disse que vê a concorrência fazendo entrega em horas “muito bem”. O Amazon Prime promete hoje entregas em um dia útil, mas Mazini afirma que a empresa trabalha para reduzir esse prazo. De todo modo, ele considera que ter uma concorrência sólida é um bom indício para a Amazon continuar os investimentos no País.

“Temos competição sólida, o que é um bom indício para investir”, afirma. Ele avalia que o cenário macroeconômico brasileiro é de um país jovem e que mudou muito nos últimos anos. “Vemos muitas coisas para fazer”, diz. Ele comenta ainda que o Código de Defesa do Consumidor é uma legislação sólida e que traz segurança para a atuação da empresa.

Sobre fusões e aquisições, ele comenta que a Amazon prioriza a combinação de culturas. “Já recusamos M&A por falta de ‘fit’ com a cultura Amazon”, disse durante painel do Latam Retail Show, organizado pela Gouvêa Ecosystem. O evento tem cobertura especial da plataforma Mercado&Consumo.

Marcas brasileiras no exterior

Também durante o evento, o presidente da Amazon Brasil anunciou que a empresa está testando seu programa de vendas globais, o Global Selling em um projeto-piloto com vendedores brasileiros para países da Europa e da Ásia, além dos Estados Unidos. “O programa faz com que a venda para o exterior seja cada vez mais fácil para o vendedor brasileiro. Vamos fazer toda essa parte de logística”, disse.

Segundo ele, dos cerca de 100 pequenos vendedores que estão testando o programa no País, 80% nunca tinham vendido internacionalmente. O programa da Amazon oferece apoio com soluções de logística para preparar seu estoque e os orienta a comercializar seus produtos por meio de uma variedade de ofertas e opções de publicidade. O  vendedor escolhe uma transportadora que faça envios internacionais. Os valores cobrados para envio internacional variam de acordo com as dimensões e peso da embalagem, prazo de entrega e prazo de entrega e origem e destino.

Com informações de Estadão Conteúdo (Talita Nascimento)
Imagem: Bigstock

Sair da versão mobile