fbpx

Black Friday 2021: 40% dos consumidores ainda estão indecisos

Entre os que vão fazer compras, mais de 80% pretendem gastar com itens para si mesmos

Apesar das expectativas otimistas do comércio varejista com relação ao desempenho das vendas na Black Friday, 40% dos consumidores seguem indecisos se vão aproveitar as promoções. É o que aponta uma pesquisa feita pela empresa de monitoramento de mercado e consumo Hibou em parceria com a Score Group, especializada em data retail e shopper experience. A pesquisa sobre suas intenções de consumo e expectativas para a Black Friday, que neste ano cai no dia 26 de novembro, foi feita com 1.450 brasileiros.

Outro dado da pesquisa indica 8% não pretendem comprar nada e 34% têm interesse em comprar algum produto. Mais de 40% estão indecisos.

Ligia Mello, sócia da Hibou e coordenadora da pesquisa, diz que, no comparativo de 2020 e 2021, houve um aumento nas intenções de compra, na Black Friday, de 5%. “Isso mostra um pouco mais de otimismo com as ofertas, mas também há muitos brasileiros que ainda estão indecisos e duvidosos quanto ao desconto ser real”, afirma.

Intenção de compra

Entre os indecisos e os que têm intenção de comprar, mais de 80% pretendem gastar com itens para si mesmos, 35% querem comprar objetos para casa e 23% querem presentear os filhos. Companheiros, pai e mãe, pets ou sobrinhos também foram citados entre os beneficiados

Três quartos dos entrevistados querem fazer as compras da Black Friday pela internet com entrega em casa, 9% pretendem encomendar pela internet e retirar na loja física, 22% pretendem ir até uma loja física e 17% ainda não decidiram.

Entre os produtos adquiridos em edições anteriores da Black Friday, foram citados celulares, smart TV, air fryer, geladeira e tênis. Em 2020, o top five de consumo foram eletrodomésticos (22%); roupas e acessórios (15%); calçados (12%); itens de utilidades domésticas (12%) e eletrônicos (10%).

Para 2021, os cinco segmentos em destaque são eletrodomésticos (41%); eletrônicos (25%); roupas e acessórios (19%); utilidades domésticas (15%); calçados (14%).

Para aproveitar melhor as promoções e não cair em ciladas, 52% dos participantes pretendem anotar os preços para comparar durante a Black Friday; 24% montam uma lista dos itens que desejam comprar; 17% configuram alertas de preços nos sites dos produtos pelos quais têm interesse; 10% entram em grupos de ofertas em aplicativos de trocas de mensagens; e 7% se preparam para acordar cedo para visitar as lojas e garantir as melhores ofertas.

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: