fbpx

As mais lidas do ano: Cerveja Tiger é a nova aposta da Heineken no mercado de puro malte

Principal lançamento do Grupo Heineken no Brasil, cerveja chegou ao Brasil em três versões

O faturamento das cervejas consideradas premium cresceu 85% entre 2015 e 2020, para R$ 52 bilhões, segundo dados da Euromonitor. A expectativa é de que esse número cresça mais 53,9% até 2025 e alcance faturamento de R$ 80,2 bilhões.

Segunda maior cervejaria do País, o Grupo Heineken é visto por especialistas como um dos responsáveis pela aceleração desse movimento. Prova disso são os investimentos que a cervejaria fez neste ano, com o lançamento de puro malte Tiger, que já recebeu dezenas de prêmios internacionais, e a distribuição exclusiva da marca de cerveja Blue Moon, no estilo belga witbier. 

A Heineken também lançou rótulos especiais para anunciar seu novo ingrediente nas cervejas e um robô capaz de conduzir de forma autônoma um cooler com até 12 latas de cerveja.

Pelos próximos dias, a Mercado&Consumo reprisa entrevistas e reportagens que estiveram entre as mais lidas do ano de 2021 na plataforma. Confira a seguir:

Principal lançamento do Grupo Heineken no Brasil, a cerveja Tiger chegou primeiramente ao Sul do País, em julho, e em agosto nas regiões Sudeste e Nordeste do Brasil.

Criada nas ruas de Singapura em 1932 e presente em mais de 50 países, a cerveja puro malte Tiger é uma das principais marcas globais do grupo. Com dezenas de prêmios internacionais (como o World Beer Cup e o Australian International Beer Awards), a novidade promete aliar sabor intenso do puro malte à refrescância que agrada o paladar do brasileiro.

“Estamos muito contentes com o lançamento e ele reforça o nosso compromisso com o consumidor. Tiger é uma das cinco principais marcas globais do grupo e vai somar muito ao portfólio do Brasil, não poderíamos estar mais felizes por isso”, diz Maurício Giamellaro, CEO do Grupo Heineken.

Ainda segundo o executivo, o segmento conhecido como mainstream puro malte é hoje o maior do mercado brasileiro de cerveja, responsável por cerca de 62% do volume. “No último ano, as marcas puro malte ganharam mais espaço e relevância, crescendo 39%, segundo dados da Nielsen, mostrando que o brasileiro busca opções que combinem acessibilidade com qualidade”, finaliza Giamellaro.

Público zillenials

A cerveja no Brasil pretende atingir os young millenials ou zillenials, como também são chamados. “Tiger é uma cerveja que nasceu nas ruas de Singapura em 1932 e vem conquistando o mundo com coragem e otimismo. É uma marca urbana, voltada para as pessoas que encaram de frente seus desafios, sempre olhando o copo meio cheio. Tiger é uma cerveja para celebrar nossas conquistas. Para a marca, não importa de onde você vem, mas sim aonde você quer chegar”, diz Renan Ciccone, diretor de marketing do Grupo Heineken.

O produto chegou ao Brasil em três versões: a lata de 350ml, a garrafa de 600ml e o draft beer, em barril de 50L. A cerveja será produzida no país, nas fábricas Heineken de Pacatuba, no Ceará, e Itu, em São Paulo.

Rótulos especiais

Em novembro, a Heineken anunciou o lançamento de três novos rótulos especiais (verde claro, branco e verde escuro) e colecionáveis. Além disso, lanço também um pack especial que celebra e reforça as inciativas da marca com o compromisso de um futuro mais sustentável.

A ação com os novos rótulos foi limitada e, de acordo com a empresa, o objetivo é anunciar o novo item da receita na produção das cervejas, a energia verde. A principal mudança visual será a mudança na estrela vermelha, que nos novos rótulos passará a ser temporariamente verde.

“Queremos que essa edição comemorativa se torne um símbolo dos desafios que estão nos movendo hoje e dos compromissos que assumimos para um futuro mais verde”, destaca Gabriel D’Angelo Braz, diretor de marketing da Heineken.

A cerveja estará disponível em alguns pontos de venda da cidade de São Paulo e do interior paulista e ficará em circulação até meados de dezembro. Contudo, a edição comemorativa só será disponibilizada na versão long neck (330ml) e no formato regular, ou seja, com álcool.

Energia verde

As práticas de ESG e, principalmente, questões relacionadas a energia renovável tem sido foco da Heineken. Em junho desse ano, a empresa iniciou projeto com caminhões elétricos em São Paulo e Salvador.

Em 2020 o Grupo Heineken começou a realizar a transformação no uso de energia elétrica 100% renovável em suas fábricas. As primeiras cidades que passaram pela mudança foram Alagoinhas (BA), Araraquara (SP), Ponta Grossa (PR) e a meta é que até 2023 ocorra em Jacareí (SP).

Em ação recente, o Grupo Heineken iluminou pontos turísticos e conhecidos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A ação era parte de um projeto maior em que visa unir bares e restaurantes parceiros a pontos de produção de energia verde.

Estas reportagens foram publicadas originalmente na Mercado&Consumo em 17 de junho de 2021 e em 19 de novembro de 2021.

Imagens: MR. AEKALAK CHIAMCHAROEN / Shutterstock.com e Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: