CEO da PepsiCo Foods compartilha lições aprendidas na pandemia

Steven Williams falou, durante o Retail's Big Show, sobre liderança e responsabilidade

O modelo de varejo atual existe há muitos anos e é sustentável. Os supermercados locais, no entanto, se tornaram mais fortes durante a pandemia, e assim devem permanecer. Essa é uma das lições que o CEO da PepsiCo Foods North America, Steven Williams, afirma ter aprendido com a covid-19. Ele compartilhou insights em um painel no Retail’s Big Show, realizado em Nova York (EUA) na semana passada. A Mercado&Consumo fez uma cobertura especial do evento.

“Eles [os supermercados de bairro] normalmente estão na comunidade, são familiares e fizeram um bom trabalho em ter coisas de que as pessoas precisavam. Não nas quantidades que eles queriam, principalmente nos primeiros dias, mas eles tinham algo na prateleira”, afirmou. No futuro, disse Williams, os supermercados continuarão a passar por mudanças, dando mais ênfase em produtos frescos e atuando de forma híbrida – mas as lojas permanecerão de pé.

Steven Williams passou a vida no varejo – só na PepsiCo, está há 25 anos. A pandemia, para ele, mostrou a necessidade de as lideranças colocarem as pessoas em primeiro lugar. “Uma coisa que sabíamos que tínhamos que fazer imediatamente era colocar nosso pessoal no centro de tudo. Dos 70 mil funcionários da nossa empresa nos EUA, 60 mil fabricam, movem ou vendem algo. Sem pessoas saudáveis, não temos um modelo de negócios”, ressaltou.

Quanto ao comércio eletrônico, na visão da PepsiCo, o aumento dramático provocado pela pandemia veio para ficar. “As pessoas não podiam ir trabalhar, então faziam as refeições em casa – e gostavam. Isso é pegajoso. Eles também estão comendo seus lanches em casa.”

Mas ser uma grande marca é mais do que apenas fabricar e vender produtos. “Estamos em 94% de todos os lares dos EUA. Temos a responsabilidade de construir confiança”, disse Williams. Em outra frente, disse ele, a PepsiCo está fortemente comprometida com a sustentabilidade. “Passamos muito tempo com nossos agricultores, certificando-nos de que estamos fazendo isso da maneira certa. Cem por cento dos ingredientes que entram nos produtos Frito-Lay são de base sustentável.” A empresa também lançou uma linha de lanches à base de vegetais chamada Off the Eaten Path, que vem em sacos compostáveis.

Os últimos dois anos, disse Williams no encerramento, foram difíceis. “Eu me preocupo com o cansaço. Por quanto tempo mais as pessoas vão se sustentar?” No entanto, referindo-se a si mesmo como um “otimista obstinado”, ele vê dias melhores pela frente. “As pessoas se aproximaram muito. Estou otimista sobre as coisas que indivíduos e empresas estão fazendo para tornar o mundo um lugar melhor.”

Imagem: Blog NRF

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: