VR passa a aceitar pagamento por QR Code para alimentação e refeição

Comerciante pode gerar o código de seu smartphone, pelo APP VR Estabelecimentos ou nas máquinas da Cielo

VR passa a aceitar pagamento por QR Code para alimentação e refeição

A VR Benefícios passou a aceitar pagamento via QR Code para as transações com vales-alimentação e refeição. A ação pode ser feita no smartphone, pelo APP VR Estabelecimentos.

“O pagamento com QR code é uma evolução do meio de pagamento e faz parte da estratégia da empresa em levar transformação digital aos seus clientes. Assim como o VR Pague, nosso link de pagamento, a transação com QR code é online e o comerciante pode conferir na hora o pagamento feito pelo trabalhador”, conta Priscila Abondanza, diretora-executiva de Empresas e Experiência do Cliente da VR.

Para gerar o código, o comerciante deve acessar o APP VR Estabelecimentos, inserir a descrição do pedido e o valor a ser cobrado. Já o beneficiário deve abrir o APP VR e VOCÊ, clicar no botão pagar via QR code, apontar o smartphone para fazer a leitura do código, conferir os dados (como valor e saldo) e digitar sua senha para validar o pagamento.

Em seguida receberá a confirmação da transação na tela, assim como o comerciante. “Do lado do consumidor, a vantagem é que não é preciso estar com o cartão físico em mãos para realizar a compra”, diz Priscila.

Parceria com a Cielo

Além dessa forma de pagamento, o comerciante também pode aceitar pagamento via QR Code para as transações com VR Alimentação e VR Refeição nas máquinas da Cielo. Neste caso, o procedimento muda: o comerciante seleciona no visor da máquina a opção Pague com QR Code, escolhe a opção voucher, digita o valor, aperta a tecla enter no teclado e o QR Code será exibido na tela para pagamento.

“A pandemia mudou diversos hábitos de consumo e o uso do QR Code é muito simples e acessível. Basta um celular com câmera para processar a transação. Estamos muito contentes em participar deste projeto com a VR Benefícios, que vai facilitar a vida de milhares de consumidores”, afirma Luciano Tona, head de Produtos Digitais da Cielo.

Imagem: Shutterstock

[the_ad_group id="11875"]
Sair da versão mobile