TJ-SP manda juízo de 1º grau deferir recuperação judicial da SouthRock, operadora da Starbucks

Pedido de recuperação judicial da SouthRock foi feito no dia 31 de outubro

O desembargador Sérgio Seiji Shimura, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), determinou o processamento da recuperação judicial da SouthRock Capital, operadora de redes de restaurantes como Starbucks, TGI Fridays e a Brazil Airports. A decisão foi tomada nesta quinta-feira, 7, e ainda é preciso haver o processamento pelo 1º grau da Justiça de São Paulo, onde tramitam as recuperações judiciais. Uma fonte ligada à ação indica que isso deve ocorrer ainda hoje.

Na sentença, Shimura também desobrigou a inclusão do Eataly e da Subway no processo. Portanto, reformou a sentença anterior, que havia determinado a inclusão dessas empresas. O desembargador ainda suspendeu todas as ordens de despejo contra a companhia.

Para Shimura, não é obrigatória a inclusão do Eataly e Subway na recuperação porque “ninguém é obrigado a litigar contra a sua vontade.” “A ideia de que a inclusão de tais sociedades no polo ativo traria um benefício aos credores, não encerra fundamento suficiente a ensejar a formação de litisconsórcio ativo “necessário”, visto que emana de conjecturas dos credores, e não de exigência legal na constituição do litisconsórcio”, disse, na decisão.

Ele cita que a perícia prévia, apesar de ter constatado uma dependência econômica entre as empresas, neste momento processual, a perícia serve apenas para verificar as reais condições de funcionamento das companhias. Sobre os indícios de fraude por confusão patrimonial e regime de caixa único, Shimura diz que isso pode ser fiscalizado pelo administrador judicial do processo em momento adequado.

Banner Curso ONE FRIEDMAN

“Nessa fase processual, precipitadas se mostram outras considerações a obstaculizar a regular análise do pedido de recuperação judicial”, completa.

Para o advogado especialista em direito empresarial Gabriel de Britto Silva, do escritório RBLR Advogados, “permitir a escolha do grupo econômico que está em situação de penúria financeira eleger quais empresas do grupo irão requerer recuperação judicial, não se mostra, a princípio, adequado e técnico”, pois beneficia o grupo e as empresas com melhor condição de recuperação.

O pedido de recuperação judicial da SouthRock foi feito no dia 31 de outubro. As dívidas da empresa são estimadas em R$ 1,8 bilhão.

Com informações de Estadão Conteúdo.
Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

https://www.youtube.com/watch?v=hJe-myuv4BA

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist