fbpx

Com maior IPO do ano de 2020, Grupo Mateus quer acelerar a expansão

O Grupo Mateus, dono do quarto maior atacarejo do Brasil, pretende aproveitar o IPO (oferta inicial de ações), maior do Brasil em 2020, para expandir as operações. O conglomerado também opera supermercados, lojas de móveis e eletrodomésticos, indústria de panificação, distribuição de medicamentos e construção e tem 137 lojas no Maranhão, no Pará e no Piauí.

A empresa foi criada há 34 anos por Ilson Mateus, um ex-garimpeiro de Serra Pelada (PA), e, atualmente, emprega mais de 20 mil pessoas. Na lista das maiores atacarejos do Brasil, fica atrás de Assaí (do Grupo Pão de Açúcar), Atacadão (do Carrefour) e do grupo chileno Censosud.

Com arrecadação de R$ 4,63 bilhões, o IPO do grupo é o maior de 2020 até agora no País. Além disso, a companhia protagoniza a maior estreia, na Bolsa brasileira, de uma empresa com origem na região Nordeste.

Demanda robusta desde o lançamento

Segundo informações do Estadão/Broadcast, a demanda foi robusta desde o lançamento, batendo cinco vezes o volume ofertado. Além do lote principal, a companhia também colocou no mercado cerca de 75% do lote adicional.

Apesar de ter desde o início conquistado os investidores, um acidente em uma das suas lojas no meio do roadshow trouxe um imprevisto a uma oferta que vinha bastante tranquila: a queda de prateleiras em uma das unidades, que matou um funcionário e deixou outras pessoas feridas.

Mas os investidores entenderam a tragédia como uma fatalidade, destoante do histórico da empresa. Mesmo assim, a empresa teve, no meio do caminho, que alterar o prospecto da oferta para incluir informações sobre o ocorrido e ainda abrir uma porta para os investidores que já tinham feito reserva pudessem desistir.

História começou no interior do Maranhão

A história da empresa teve início nos anos 80, na cidade de Balsas no Maranhão, a 800 quilômetros da capital São Luís. Com a chegada do asfalto que a ligou à rodovia Belém-Brasília, migrantes de várias regiões do Brasil descobriram a cidade, que começou a se destacar no agronegócio. Com o aumento da população na cidade, Ilson Mateus montou uma pequena mercearia.

Em pouco tempo, a pequena mercearia se tornou um supermercado de pequeno porte. Por volta de 1986, ele entrou no mercado atacadista e começou a se firmar como um dos mais importantes geradores de negócios, emprego e renda da região, passando a abastecer também as mercearias e supermercados no Maranhão e interior do Pará.

O plano do grupo Mateus no longo prazo é fortalecer sua presença regional, ampliando de forma significativa o número de lojas, através da expansão orgânica. O foco da expansão são principalmente os formatos de atacarejo, com a marca Mix Atacarejo, e loja de vizinhança, com a marca Camiño. “Ainda existe muito espaço para crescer nessas regiões, e o Grupo Mateus tem toda possibilidade de atuar para identificar as cidades que ainda podem receber um dos seus modelos de loja”, disse Jean Paul Rebetez, sócio-diretor da Gouvêa Consulting, em entrevista ao portal Exame.

Imagem: Divulgação​

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: