fbpx

Dispara interesse por alimentos e bebidas com atributos sustentáveis

Pesquisa mostra que a sustentabilidade é um fator obrigatório entre os consumidores - e não mais um mero diferencial

Quase metade dos consumidores (49%) já considera o fator sustentabilidade ao comprar alimentos e bebidas. Na América Latina, o índice é ainda maior, atingindo 75% no varejo e 72% no canal de bares e restaurantes. Os dados fazem parte de uma uma pesquisa sobre as expectativas dos consumidores em relação à sustentabilidade feita pela Kerry, empresa global de alimentos e bebidas.

Contando com mais de 14 mil entrevistados em 18 países (quase 5 mil na América Latina), o trabalho revelou crescente interesse por características e benefícios sustentáveis em alimentos e bebidas. Ainda segundo o estudo, estão na mira dos consumidores produtos e empresas que oferecem embalagens sustentáveis e desenvolvem iniciativas de preservação do meio ambiente e ajuda comunitária. Os consumidores também valorizam aspectos como itens orgânicos, redução de resíduos alimentares, origem local dos produtos e ausência de ingredientes artificiais.

Na América Latina, o interesse por esse conjunto de atributos seria maior do que em outras regiões pesquisadas, com 75% dos consumidores dizendo que eles têm uma forte influência sobre suas decisões de compra.

Para 84% dos entrevistados, ações individuais são importantes para a sustentabilidade. Já três em cada quatro esperam que as empresas invistam no tema.

Fator obrigatório

A diretora de insights da Kerry, Soumya Nair, acredita que os resultados posicionaram a sustentabilidade como um fator obrigatório entre os consumidores – e não mais como um mero diferencial.

“É interessante ver a ascensão de associações intrínsecas de sustentabilidade não só em mercados mais maduros como o Reino Unido, Benelux e França, mas em todos os países. Estes consumidores com uma visão de sustentabilidade procuram ativamente produtos alimentares e bebidas que tenham um impacto significativamente positivo no planeta, bem como na sua saúde e bem-estar pessoal, procurando produtos com rótulos limpos e ingredientes de origem local. Além disso, as diferentes expectativas em relação à demografia dos consumidores mostram como eles esperam que as empresas vão além de questões como embalagens sustentáveis, emissões de carbono e conservação da água.”

A pesquisa também revelou algo que muita gente já percebeu empiricamente: o interesse em torno da sustentabilidade varia conforme a idade dos entrevistados. Nesse quesito os “millennials” (nascidos entre 1980 e 1989) seriam mais profundamente envolvidos com a questão.

Citando números da Kantar, o estudo também lembra que o poder de compra dos consumidores engajados com a sustentabilidade já é superior a US$ 382 bilhões, abrindo óbvias oportunidades para os produtores e fabricantes de alimentos e bebidas. O relatório completo pode ser acessado no site da empresa.  

Imagem: Bigstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: