Foodservice e seus passos em direção ao metaverso

Estratégias de marketing com visão de futuro e metaverso são praticamente sinônimos na atualidade. Um tema em ebulição que é pouco entendido por quem só deu seus primeiros passos na transformação digital, mas que gera discussão entre os gigantes da indústria, do varejo e consumo de maneira transversal.

Mas por que tudo isso nesse momento? Porque não podemos simplesmente voltarmos a ser como antes da pandemia. Primeiro, porque não seremos mais os mesmos. Depois, porque esse movimento precede a pandemia e traduz a contemporaneidade da geração Z.

Quem tem mais de 40 anos faz um paralelo com Second Life, geração X compara com Matrix, mas o fato é que para as gerações Z e Alpha não há preocupações. É tudo supernatural. Eles são nativos digitais em uma época em que a conectividade faz parte da escala básica de prioridades do ser humano.

A gigante Coca-Cola disponibilizou seu metaverso para interação de convidados de um casamento que ocorreu de maneira híbrida na Índia. Os noivos e familiares próximos estavam em um evento presencial. Já os convidados do casal, que não estavam na localidade, puderam dançar, interagir com conteúdos disponibilizados pelos noivos e… “tomar uma Coca- Cola”.

Essa iniciativa da Coca-Cola sinaliza um movimento de integração entre mundos digitais. As iniciativas individuais são interessantes, mas não são suficientes para assegurar o interesse dos consumidores. Então, integrar mundos como um grande mall é o que pode fazer a diferença.

E como os pequenos e médios negócios vão poder participar dessa festa? Certamente, ainda há um caminho a ser construído em prol da democratização do metaverso. Tudo ainda é muito recente e o que podemos dizer é que devemos experimentar, analisar e antever os impactos no foodservice.

Imagine o cliente entrar em um food hall virtual e poder fazer suas escolhas no delivery das suas marcas favoritas. Ser impactado não só por conteúdo comercial, mas também por informações das iniciativas da empresa do ponto de vista de sustentabilidade, diversidade ou inclusão.  Ou seja, o metaverso pode expandir as mensagens da marca para os clientes.

Aqui no Brasil seguimos firmes com a Benkyou, que será nossa parceira na delegação Connection NRA Show 2022 promovida por nós, em parceria com a Mercado&Consumo, e que apresentará o metaverso do evento para todos que estiverem conosco em Chicago ou em São Paulo, onde, além de vivenciar, discutiremos amplamente as oportunidades.

Cristina Souza é CEO da Gouvêa Foodservice
Imagem: Shutterstock

Cristina Souza

Cristina Souza

Cristina Souza é sócia-fundadora e CEO da Gouvêa Foodservice, empresa da Gouvêa que apoia o setor com metodologias híbridas e ágeis.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: