fbpx

Campus Party está entre 30 eventos-teste planejados para São Paulo

Governo diz que objetivo é criar um planejamento seguro, responsável e baseado na ciência com o apoio do setor privado

O governo do Estado de São Paulo vai realizar, a partir de 17 de julho, 30 eventos-modelo com protocolos de segurança para a retomada dos eventos nas áreas de economia criativa, negócios, lazer, esportes e turismo. Entre eles, está a edição de São Paulo da Campus Party, que será realizada entre os dias 8 de outubro e 2 de novembro no Centro de Eventos do Anhembi.

“Pensar em eventos nos próximos anos, como sempre aconteceu, não faz mais parte da nossa filosofia. Por isso, nós da Campus Party, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo, temos conversado bastante para que a retomada em 2021 seja possível dentro de novos protocolos e com novas experiências hibridas, no metaverso omnichannel. Estamos há mais de um ano repensando o novo modelo de experiências para os campuseires no novo milênio”, diz Tonico Novaes, sócio da Gouvêa Ecosystem na operação brasileira da Campus Party.

Segundo o governador João Doria, o objetivo é criar um planejamento seguro, responsável e baseado na ciência com o apoio do setor privado. “Com a melhoria dos indicadores da pandemia, vamos dar um novo passo na retomada econômica no Estado de São Paulo e vamos iniciar o acompanhamento de 30 eventos nas áreas de cultura, negócios, lazer, esportes e turismo. Os eventos serão realizados com testagem obrigatória e pessoas vacinadas, além de manter rígidos protocolos sanitários para segurança, controle e monitoramento dos participantes.”

Os eventos previamente definidos ocorrerão na capital e interior em ambiente controlado, com testagem de participantes e equipe, assim como acompanhamento pós-evento do Governo do Estado. O objetivo deste estudo é ajustar, a partir de situações reais, as regras que possibilitarão a retomada de um dos setores mais afetados na pandemia do coronavírus e que emprega milhões de brasileiros.

Os testes utilizados serão de antígeno, com resultado imediato, aprovados pela Anvisa, que diagnostica pessoas que estão contaminadas e transmitindo a Covid-19. Haverá limitação de público e serão progressivamente testados eventos mais complexos, de acordo com avaliações e acompanhamentos dos participantes pós-evento.

Nesta quarta (7), o governo também anunciou a ampliação da capacidade de público presencial e horário de funcionamento do comércio e de serviços não essenciais a partir da próxima sexta-feira (9). Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a melhora dos índices de saúde em todas as regiões do Estado, os estabelecimentos poderão funcionar até as 23h, com limite de 60% de ocupação, até o dia 31 de julho.

Campus Party está entre 30 eventos-teste planejados para São Paulo

Imagens: Divulgação

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: