fbpx

Buscas de voos para os EUA sobem até 353% após anúncio da reabertura

Aeroportos que registraram maior alta foram os de Newark, Fort Lauderdale, Orlando e Chicago

As buscas por passagens aéreas para cidades dos Estados Unidos aumentaram até 353% no começo desta semana, quando a Casa Branca anunciou que, a partir de novembro, o país receberá viajantes internacionais totalmente vacinados contra Covid-19, o que inclui os brasileiros. Segundo levantamento da plataforma Kayak, com a expectativa da reabertura, as cidades que tiveram maior crescimento de buscas foram Newark (+353%), Fort Lauderdale (+341%), Orlando (+281%), Chicago (+273%) e Miami (+247%).

O Estado da Flórida é o mais procurado pelos brasileiros, com três cidades (Fort Lauderdale, Orlando e Miami) entre as mais pesquisadas, seguido da Califórnia, com dois destinos (San Francisco e Los Angeles). Para Gustavo Vedovato, country manager do Kayak no Brasil, a reabertura dos EUA é fundamental para o cenário turístico.

“Essa é uma notícia muito boa para o turismo. Os Estados Unidos são um país importante para o mercado de viagens por ser um dos destinos principais para os turistas e por ser especialmente querido dos brasileiros. A reabertura deve aquecer ainda mais o setor que vem retomando as atividades gradualmente, além de dar perspectivas otimistas para 2022”, comenta Gustavo.

O levantamento foi feito com base nos voos saídos do Brasil para aquele país. Os dados são de buscas e preços no período entre 20 e 22 de setembro de 2021, logo após o anúncio da reabertura.

Quanto aos valores de passagens, o levantamento mostra que o preço médio das viagens a Orlando é R$ 3.570; a Los Angeles, R$ 3.777; a Miami, R$ 4.163; e a Nova York, R$ 4.138. Na comparação semanal, os preços para Miami subiram 9%, enquanto Orlando, Nova York e Los Angeles recuaram 4%, 2% e 4%, respectivamente.

NRF volta a ser presencial

Também nesta semana, quase paralelamente ao anúncio da reabertura, a National Retail Federation (NRF) anunciou que o Retail’s Big Show, maior evento de varejo do mundo, voltará a ser realizado de forma presencial em 2022. A última edição presencial da feira da NRF, que ocorre na cidade de Nova York, dos EUA, e atrai centenas de brasileiros, foi em janeiro de 2020. De lá para cá, por causa da pandemia de covid-19, a federação que representa o varejo daquele país tem promovido diversos eventos online.

“Por mais de um século, a NRF tem sido os olhos e ouvidos do setor de varejo. Não importa o que o mundo tenha jogado sobre nós, a NRF está lá para unir, orientar e fornecer percepções críticas para líderes, motivadores e criadores de todos os tipos. Como principal voz do varejo, a NRF é a única organização capaz de reunir toda a comunidade varejista”, disse comunicado divulgado à imprensa.

O Retail’s Big Show será realizado no centro de convenções Jacob K. Javits entre os dias 16 e 18 de janeiro do ano que vem. A expectativa é reunir quase 30 mil varejistas, fornecedores e especialistas do setor e mais de 700 expositores. Haverá, ainda, mais de 100 sessões e 60 demonstrações de produtos.

Segundo a NRF, a lista dos palestrantes inclui Corie Barry, CEO da Best Buy; Mike George, presidente e CEO da Qurate Retail; Arvind Krishna, presidente e CEO da IBM; Patrice Louvet, presidente e CEO da Ralph Lauren; Sebastian Siemiatkowski, CEO e cofundador da Klarna; Sumit Singh, CEO da Chewy; Jennifer Steinmann, líder do mercado global ESG da Deloitte; e Steven Williams, CEO da PepsiCo Foods América do Norte.

Imagem: Envato

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: