Direct to avatar: O ingresso das marcas no metaverso

Cada vez mais os brasileiros estão tendo experiências no que passou a ser conhecido como metaverso, uma terceira dimensão estruturada pela confluência entre o mundo físico e o virtual. De acordo com uma pesquisa da Kantar Ibope Media, cerca de 6% dos brasileiros (5 milhões de pessoas) já transitam por alguma versão do metaverso. Marcas nacionais e internacionais já estão operando de diversas formas no ambiente.

Ainda, segundo a Gartner, um em cada quatro usuários de internet vai gastar ao menos uma hora por dia nesses mundos virtuais até 2026. Esses dados acabam por nos mostrar o grande potencial que marcas e empresas de diversos setores podem aproveitar por meio dessa revolução digital, que já ocorre por meio da Realidade Virtual, blockchain, Inteligência Artificial, conectividade, assistentes de voz, programas de tradução simultânea de idiomas, ambiente 3D e gamificação, entre outros, e deve convergir para o ambiente do metaverso.

Entender a nova lógica de vendas do varejo, por exemplo, neste tipo de espaço, passa por saber que, segundo a Bloomberg Intelligence, em dois anos o metaverso deve transacionar US$ 800 bilhões. Por hora, existe muita movimentação de negócios via NFTs, que também já começa ser utilizado no mundo físico para aquisição e pagamentos.

Múltiplas possibilidades para o varejo

Isso é algo que já citei em artigo recente, apontando o metaverso como uma terceira dimensão, um outro lugar que passaremos a ocupar e que passa a ser também um terceiro canal de vendas. Se hoje falamos da importância do elemento humano nas vendas do e-commerce, os avatares multiplicam de forma significativa a possibilidade de presença humana, quebrando a barreira física de espaço e tempo.

Isso muda tudo no varejo e também para as redes de franquia, que podem utilizar a tecnologia para o treinamento de equipes, imersão de candidatos a franquia, a apresentação de novos produtos, entre outros, criando novas experiências no metaverso sem a necessidade de sair do lugar.

O metaverso que se apresentava como o futuro já começa a ganhar corpo hoje, quando as suas funcionalidades já podem ser vistas como muito mais eficientes e produtivas para o varejo. No Brasil, a chegada do 5G fomenta ainda mais a consolidação das práticas nesse ambiente, oferecendo uma internet muito mais veloz e de qualidade para essas novas práticas que vão ampliar de maneira exponencial o jeito de se fazer negócios.

Nota: O metaverso será um dos temas em um painel dentro do BConnected, que ocorre nos dias 4 e 5 de outubro, no Teatro Santander.

Lyana Bittencourt é CEO do Grupo Bittencourt.
Imagem: Shutterstock

Lyana Bittencourt

Lyana Bittencourt

Lyana Bittencourt é sócia-diretora do Grupo Bittencourt, consultoria especializada no desenvolvimento e expansão de redes de franquias e negócios, parte do ecossistema da Gouvêa com a chancela “powered by”.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: