Braskem cria centro de desenvolvimento focado em economia circular

Chamado de Cazoolo, o espaço iniciará suas operações a partir de agosto

De olho nas tendências ESG, a petroquímica Braskem anunciou a construção de seu primeiro centro de desenvolvimento de embalagens focado em economia circular. Chamado de Cazoolo, o espaço iniciará suas operações a partir de agosto. 

Com o objetivo de criar soluções sustentáveis através de melhorias na cadeia de produção de embalagens, o Cazoolo funcionará como um hub de inovação. Com parcerias entre clientes, brand owners, designers, startups e universidades, empresas de diversos portes e setores da economia poderão colaborar em projetos da iniciativa, apresentando desafios que visam o cumprimento de compromissos com a circularidade de suas embalagens.

A partir disso, o próprio ecossistema buscará soluções, valorizando a cocriação pelo desenvolvimento sustentável. O hub também dará apoio a clientes da Braskem que estão desenvolvendo novas aplicações de embalagem tenham uma visão direcionada à economia circular.

“Por meio dessa iniciativa de inovação aberta, será possível pensarmos no design e na jornada do consumidor para criar protótipos de embalagens a serem encaminhados para validação estética e funcional e a testagem industrial, de modo que isso possa se conectar a uma solução pós-consumo”, afirma Yuri Tomina, gerente de Mercado e PE Verde na Braskem.

Para entender as demandas do projeto, o Cazoolo não prevê nenhum valor a ser cobrado para parcerias. “Buscaremos nos conectar com empresas que tenham foco em economia circular ou no setor de embalagens plásticas, que é nossa expertise”, diz Yuri.

O Cazoolo ficará no State, centro de economia criativa localizado na Vila Leopoldina, Zona Oeste da capital paulista. Os projetos desenvolvidos no espaço terão como base conceitos de Design for Environment (DfE) e Análise de Ciclo de Vida (ACV). 

Captação de startups 

O Cazoolo também terá como propósito captar startups, estimulando-as a trazerem tecnologias que aperfeiçoem a iniciativa. “A Braskem já possui um programa junto a startups que é o Braskem Labs. Nossa expectativa é que projetos que já tenham passado pelo programa e que tenham atuação em embalagens com foco na economia circular possam continuar com o seu desenvolvimento no Cazoolo”, afirma Yuri. 

A ideia é criar um “banco de startups” para facilitar a identificação de soluções que possam ser aproveitadas no Cazoolo ou em projetos dos clientes e parceiros da companhia.  

Imagem: Shutterstock

Redação

Redação

Leia diariamente as notícias mais impactantes sobre varejo, consumo, franquias, shopping center e foodservice, entre outros temas, no Brasil e no mundo.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: