fbpx

Empresas precisam de pessoas… com capacidade de transformação!

Lockdown e distanciamento social são ações eficientes e largamente utilizadas no cenário global para a contenção da pandemia de Covid-19. As medidas socialmente restritivas mudaram profundamente os hábitos de consumo, dando maior abertura para as vendas via e-commerce e atuação do time de vendas e atendimento via canais digitais. Mas o que as empresas e as pessoas precisam fazer para se adaptar a esse novo cenário e serem bem-sucedidas?

Frente a esse novo cenário, as empresas necessitam que os colaboradores desenvolvam e utilizem em sua rotina de trabalho alguns soft skills (atitudes e comportamentos) que se mostram tão importantes quando as hard skill (competência técnica necessária para a execução de uma determinada função).

Inteligência emocional é uma dessas soft skills. As pessoas precisam aprender a lidar com mudanças e com situações que as tirem de sua zona de conforto, encarando desafios como uma oportunidade de aprendizado e não uma ameaça. Empresas esperam que seus colaboradores consigam lidar com situações adversas com tranquilidade, serenidade e maturidade.

Criatividade e foco na solução para a resolução de problemas é outra habilidade de fundamental importância. Como o horizonte é incerto e o cenário econômico e social mudou extremamente rápido, as empresas demandam por colaboradores que tenham a capacidade de encontrar opções inteligentes, encontrando caminhos de atuação que continuem fiéis ao propósito da marca.

A produtividade no home office ou a necessidade de realizar vendas e continuar a oferecer um atendimento de excelência aos consumidores via canais digitais, estando ou não presente na loja, aumentou a procura por profissionais que saibam fazer uma gestão do tempo eficaz, conseguindo priorizar atividades, avaliando o que é urgente e o que é importante, além de assumir novas responsabilidades, sem abandonar as já existentes.

A comunicação via canais digitais também exige que os profissionais consigam se comunicar com clareza por meio de texto, áudio ou vídeo. Os múltiplos canais que podem ser utilizados e a necessidade de aprimorar competências também exigem iniciativa para aprender coisas novas e fazer o que precisa ser feito naquele momento com proatividade. É preciso ter um perfil flexível e de rápida adaptação a todas essas mudanças e novas demandas de aprendizado.

Com a transformação acelerada e incessante do mercado, o conceito de lifelong learning (aprendizado ao longo da vida) está cada vez mais forte dentro das empresas. Esse conceito reforça a ideia de que o desenvolvimento profissional vai muito além do processo de educação formal ofertado pelas universidades. É preciso continuar aprendendo dentro das empresas, com seus colegas de trabalho, gestores, buscar fontes alternativas de conhecimento ou dedicar-se a fazer cursos que auxiliem no aprendizado das novas demandas exigidas pelo mercado. Você encontra mais informações sobre formas opções de aprendizado no artigo “As vantagens de explorar o social learning e sobre a necessidade de aprimorar suas competências em “Por que é preciso continuar aprendendo?”, publicados no portal Mercado & Consumo.

Gustavo Tavares, country manager do Top Employers Institute, falou em entrevista à Harward Business Review que “o principal motor de crescimento das empresas está na capacidade de adaptação, inovação e no engajamento dos seus colaboradores”.

A pesquisa Global Digital IQ 2020, realizada e publicada pela PwC, entrevistou 2.380 executivos em todo o mundo para traçar um perfil entre eles e compreender o que faziam em comum para vencer os desafios impostos pela pandemia e conseguir prosperar no mundo digital. Um dos principais fatores que essas empresas tinham em comum é acreditar no “superpoder das pessoas”. Durante a pesquisa, foi identificado que as empresas classificadas como Transcenders (ou Transcendentes) investem mais no aprimoramento de competências, recrutam de um jeito diferente e são capazes de atrair e manter talentos. Cerca de 63% dos executivos entrevistados mudaram os processos de treinamento para ter equipes mais inovadoras, ativas na condução dos negócios e financeiramente responsáveis em suas empresas.

As empresas e o mercado de uma forma geral buscam profissionais que estejam dentro desse perfil de transformação e adaptabilidade e que queiram fazer acontecer. São pessoas assim que vão garantir a sobrevivência e prosperidade das empresas e, consequentemente, construir uma carreira próspera e de sucesso. O que você está fazendo para melhorar a realidade da sua empresa, do seu país e do mundo?

Roberta Andrade é gerente de Soluções da Friedman
Imagem: Envato/Arte/Mercado&Consumo

Roberta Andrade

Roberta Andrade

Roberta Andrade é responsável pela criação de soluções e condução de projetos para varejistas e prestadoras de serviços na Friedman, empresa da Gouvêa especializada em Gente, Gestão, Talentos e Treinamento.

Relacionados Posts

Próxima Postagem

REDES SOCIAIS

NOTÍCIAS

Bem vindo de volta!

Entre na sua conta abaixo

Recupere sua senha

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail para redefinir sua senha.

Add New Playlist

%d blogueiros gostam disto: